post

Logística eficiente é o segredo de muitas empresas que vêm se destacando no atual cenário onde tudo demanda agilidade. Confira aqui as nossas dicas e conheça os principais erros que você deve evitar para garantir o melhor custo benefício nas suas operações!

Uma operação de importação é composta por uma série de etapas, que juntas criam uma cadeia eficiente para que a carga chegue ao destino final com segurança, agilidade e bom custo benefício. Entretanto, erros básicos podem ocorrer no decorrer dessas etapas, impactando negativamente todo o andamento do processo.

Por isso, trouxemos algumas dicas para que você fuja dos principais erros incidentes na logística de importação, garantindo assim economia e satisfação!

Quais são os tipos de importação?

Primeiramente, vamos entender quais são os três tipos de importação, quais as semelhanças e diferenças entre eles?

Importação por conta e ordem de terceiros

Nessa modalidade, uma empresa “A” realiza todo o processo de importação para a empresa “B”, ou seja, a que a contratou. Essa empresa “A”, atua como uma intermediária e é chamada de "trading", se responsabilizando por várias etapas, trabalhando em conjunto com a empresa importadora a fim de realizar os pagamentos dos impostos no tempo certo e apresentar toda a documentação exigida para a liberação da carga.

Importação por conta própria

Na importação por conta própria não há intermediários, ou seja, o importador é responsável por todas as etapas, cuidando das negociações com o fornecedor internacional e dos pagamentos aos órgãos públicos, como impostos e taxas, e às empresas privadas com seus próprios recursos. A importação por conta própria é recomendada para empresas que possuem uma operação bem estruturada e alto grau de conhecimento sobre legislação aduaneira e trâmites internacionais.

Importação por conta própria sob encomenda

Nessa modalidade, como o nome sugere, o importador realiza todos os trâmites da importação por conta própria, porém com a "promessa" de revender esses bens após a nacionalização para uma empresa encomendante.

Erros logísticos - como evitar?

Independente do tipo de importação a ser adotado, um bom planejamento estratégico é essencial para garantir que a operação seja realizada com eficiência e economia, diminuindo a incidência de erros que comprometem toda a operação. Então, atente-se aos parceiros escolhidos para sua operação, fique de olho na documentação exigida e negocie o Incoterm que melhor lhe convier.

Confira o top 5 dos principais erros logísticos envolvidos nas operações e as melhores dicas para evitá-los:

Documentação pendente

Já imaginou atrasar a entrega das suas mercadorias e pagar multas por falta de documentação completa? Infelizmente, esse é um dos erros corriqueiros no comércio exterior pela quantidade de documentos exigida. Atente-se ao checklist documental e evite que a falta de algum deles comprometa toda a sua operação.

Incoterm indefinido

A definição a respeito do Incoterm é uma das primeiras etapas da negociação, pois a partir daí as responsabilidades da carga são divididas entre o importador e o exportador. Analise cada operação de acordo com sua peculiaridade antes de definir o melhor Incoterm, pois nem sempre o mesmo é ideal para todas as operações da empresa, visto que em alguns casos o exportador possa oferecer uma solução melhor em relação ao frete a ao seguro da carga. Para entender detalhadamente a importância dos Incoterms e o significado de cada um, confira o artigo completo!

Falta do seguro internacional

Apesar de não ser obrigatório, a contratação do seguro internacional é altamente recomendada no comércio exterior, garantindo que a sua carga esteja resguardada sob qualquer circunstância, como roubo, furto, perda, extravio ou estragos. Clique aqui e entenda mais sobre a importância do seguro internacional.

Demurrage

A demurrage consiste na taxa cobrada pelos armadores sobre o tempo excedido na devolução dos contêineres, sendo assim, é essencial se atentar ao prazo do free time para assegurar que não haja cobrança extra, prejudicando sua margem de lucro.

Falta de atenção na escolha da rota

Antes de fechar um contrato com um armador, faça diferentes cotações e análise de rota para definir qual irá entregar o melhor custo benefício para a sua importação. A B2Brazil pode te auxiliar nessa etapa crucial através do B2B Freight, nossa plataforma completa de cotação e contratação de frete no modal marítimo ou aéreo. Dúvidas entre o modal aéreo ou marítimo? Leia o nosso artigo sobre as vantagens e desvantagens de cada modal. Após entender isso, confira nossas tarifas competitivas e garanta as suas reservas através do B2B Freight!

Postagens Recentes

Vantagens e desafios da alta do dólar

Vantagens e desafios da alta do dólar

O que é Swift e Iban?

O que é Swift e Iban?

Como exportar açaí?

Como exportar açaí?

Moda Fitness e o “Wellness”

Moda Fitness e o “Wellness”

Como definir o melhor incoterm?

Como definir o melhor incoterm?

Quais são os tipos de exportação e suas diferenças?

Quais são os tipos de exportação e suas diferenças?

Superávit e Déficit: o que são?

Superávit e Déficit: o que são?

Principais violações das regras FDA para exportação de alimentos

Principais violações das regras FDA para exportação de alimentos

Quais os principais benefícios da internacionalização de empresas?

Quais os principais benefícios da internacionalização de empresas?

Reintegra: Incentivo à exportação

Reintegra: Incentivo à exportação

Quais os custos de importação da China?

Quais os custos de importação da China?

Alta de exportação de Etanol para a UE

Alta de exportação de Etanol para a UE

Mais Conhecimento

Para encontrar empresas e fazer negócios, visite nosso portal: